Página inicial Matérias Eventos Eventos Classificados Fale conosco


Eco Dicas

EDITORIAL

Historicamente, a humanidade vem se relacionando com o meio ambiente de modo a tudo lhe retirar, acreditando que suas reservas são infinitas.
Lidar com o aumento do consumo, com os deslocamentos urbanos e com o lixo gerado em nossas residências, são problemas que qualquer cidadão que vive em grandes cidades precisa enfrentar.
As questões prementes são:
1- Eu consumo aquilo de que realmente preciso?
2- Existem alternativas ao uso do automóvel?
3- Consigo gerir satisfatoriamente o lixo que eu mesmo produzo?
4- Devemos esperar ações do governo para a preservação do meio ambiente?
Notamos que o modelo capitalista cria "necessidades desnecessárias", motivando o consumo desenfreado e o consequente aumento do lixo; os aterros sanitários são limitados e recebem o acúmulo e o resultado desse modelo.
Sobre o nosso IR e VIR, observamos que crescem as alternativas de meios de transporte ao uso do automóvel: Bicicleta e transporte sobre trilhos são bons exemplos.
Pequenas atitudes no dia a dia podem também ajudar na diminuição do lixo, como privilegiar produtos não industrializados e demasiadamente embrulhados.
Essa coluna servirá como um espaço atento, no sentido de responder algumas destas questões, abordando a consciência ecológica e nossas ações individuais no cotidiano.
Precisamos agir independente das motivações governamentais. Nossas ações devem ser realizadas para que as gerações futuras gozem de um meio ambiente mais limpo e seguro.

Maurício Vasques de Araújo
Professor e Geógrafo(PUC-RJ) e Secretaria Estadual de Educaçâo 2010
Formação em Controle Ambiental de Resíduos Sólidos e Líquidos (PUC-RJ) 2009

voltar

 
Página inicial