Página inicial Matérias Eventos Eventos Classificados Fale conosco


todos contra DENGUE

Como identificar e tratar a dengue

Um leve mal-estar, uma dor de garganta ou um quadro de diarreia podem ser os primeiros indícios do quadro clínico de dengue. Em casos brandos, a pessoa pode estar com a doença e não saber. As dicas a sguir irão ajudar você a identificar e tratar corretamente esse problema.

Você vai precisar de: Assistência Medica

1 - Procure o diagnóstico correto
O laudo será mais preciso se o exame de sorologia for feito depois do quinto dia do início da doença. Nesse prazo, é possível que o infectado não apresente sintomas. Em casos graves, é preciso procurar uma unidade de saúde mesmo que o paciente se encontre sem febre. É justamente nessa fase da doença que os sintomas agravantes – dor abdominal, tonteira, sangramento e vômito – se apresentam.

2 - Reincidência
Se a pessoa contrair dengue pela segunda vez, terá desenvolvido anticorpos que impedirão que ela sofra com o mesmo tipo da doença que já teve. Mas isso não significa imunidade contra outro tipo de dengue no futuro.

3 - Hidratação é fundamental
Beba muito líquido. Essa simples medida, aliada ao repouso, pode salvar a vida do paciente com dengue.

4 - Evite aspirinas
Qualquer medicamento à base de ácido acetilsalicílico é contraindicado, pois pode provocar sangramento. Os anti-inflamatórios (Aspirina, Voltaren, Cataflan) reduzem as dores e a febre, mas são perigosos porque podem gerar hemorragias.

5 - Deixe o local arejado
O Aedes aegypti não gosta de frio e foge de lugares arejados e que não acumulam água parada. O repelente é outro aliado importante na luta contra a dengue. Pessoas infectadas também devem usá-lo para evitar disseminar a dengue por meio dos mosquitos. Crianças precisam seguir orientações de um pediatra para o uso de repelentes.

Fonte: Extra

 
Página inicial