Página inicial Matérias Eventos Eventos Classificados Fale conosco


todos contra DENGUE

Como se precaver da dengue

Apesar de o maior número de casos de dengue ser registrado durante o verão, o risco da doença existe o ano inteiro. É preciso ficar atento e não relaxar nos cuidados básicos para garantir a sua saúde.

1 - Em casa
A maioria das pessoas que contraem dengue tem pelo menos um criadouro do mosquito Aedes aegypti dentro da própria casa. Por isso, é importante não se descuidar jamais.

2 - Sem sossego
Quando o número de casos começa a cair, depois do verão, é comum que a população relaxe com a prevenção. Atenção: o mosquito pode atuar em todas as estações do ano, nas condições propícias à sua proliferação.

3 - Reservatórios de água
Manter caixas d'água e poços sempre tampados. Outra preocupação é com garrafas e pneus vazios: ao deixá-los ao ar livre, eles podem acumular água, virando foco do mosquito.

4 - Faxina geral
Mantenha os ralos limpos, jogando neles água sanitária ou desinfetante semanalmente. Verifique a existência de entupimento. Se não for usá-los, mantenha-os vedados.

5 - Plantas
Nunca deixar pratinhos debaixo das plantas. É necessário retirá-los ou enchê-los de terra. Evite ter bromélias em casa, substituindo-as por outras plantas que não acumulem água. Se preferir mantê-las, é indispensável tratá-las com água sanitária, na proporção de uma colher de sopa para um litro de água, regando-as, no mínimo, duas vezes por semana. Tire a água acumulada nas folhas.

6 - Edificações
No alto de lajes e telhas também pode haver água parada. Caso more em apartamento, peça ao porteiro que verifique o acúmulo de água no terraço. Também verifique se a água da chuva que cai nas calhas circula.

7 - Sintomas e primeiros socorros
Aos primeiros sintomas da doença, procure atendimento médico. Os sintomas da dengue clássica são febre alta, dor de cabeça e atrás dos olhos, manchas na pele, náuseas, vômitos, tontura, extremo cansaço, moleza, dor no corpo e nas articulações.

Fonte: Extra

 
Página inicial